House of the Dragon: produção prometida para 2022


House of the Dragon

Os fãs devotos da série “A Guerra dos Tronos” podem acalmar os seus espíritos, a prometida prequela “House of the Dragon” deverá chegar aos ecrãs de TV já no próximo ano.

No passado dia 5 de maio, a produtora HBO divulgou as primeiras imagens da prequela “House Of The Dragon”, série que se desenrola 300 anos antes dos acontecimentos de “A Guerra dos Tronos” e que conta a história da Casa Targaryen, aumentando a expetativa de que a nova produção estreie na plataforma de streaming (em Portugal, na futura HBO Max) em 2022. 

A prequela é baseada no livro Fogo & Sangue, de George R. R. Martin, mas quanto a elenco o que sabe é apenas o que as primeiras imagens deixaram entrever. Nos fotogramas é possível perceber que Emma D’Arcy (Princesa Rhaenyra Targaryen), Matt Smith (Príncipe Daemon Targaryen), Rhys Ifans (Otto Hightower), Olivia Cooke (Alicent Hightower), Steve Toussaint (Lord Corlys Velaryon) e Paddy Considine (Rei Viserys Targeryen) serão figuras de destque na nova narrativa.

“House of the Dragon” é realizada por Clare Kilner, Geeta V. Patel e Greg Yaitanes, também ele co-produtor executivo. Ron Schmidt e Vince Gerardis são os produtores executivos, ao lado de Sara Hess, que também escreveu a série, de Miguel Sapochnik, realizador do primeiro episódio e dos episódios adicionais, de Ryan Condal, co-criador e escritor, e de George R.R. Martin, também ele co-criador da série.

Ao que tudo indica, a prequela “House of Dragon” será apenas uma das cartas que a HBO terá na manga para os próximos anos com a assinatura de George R.R. Martin.

O escritor e criador de “A Guerra dos Tronos” assinou, no passado mês de março, um novo contrato de cinco anos com a HBO que prevê a exploração de novas franquias baseadas no universo dos livros que deram origem à famosa série.

Com esta renovação de contrato de Martin, que está ligado à HBO desde 2013, chega também a confirmação de que o autor americano estará envolvido nos vários spin-offs que estão a ser estudados por aquela plataforma de setraming.

9 Voyages, Flea Bottom e 10.000 Ships são os nomes das três séries em cima da mesa e que proximamente deverão mesmo avançar sob a sua supervisão.

9 Voyages é, para já, o mais adiantado e debruçar-se-á sobre a personagem Corlys Velaryon e as grandes viagens que fez pelos mares no seu navio. Para além de Martin, esta série deve contar com Bruno Heller, criador de Gotham e de O Mentalista.

Outra das hipóteses em cima da mesa é Flea Bottom. A ação decorrerá num dos bairros mais pobres de King’s Landing, que é retratado em “A Guerra dos Tronos” e contará, caso o projecto avance mesmo, com as personagens Sir Davos Seaworth (Liam Cunningham), Gendry (Joe Dempsie), Armeca (Sahara Knite) e Karl Tanner (Burn Gorman).

Por último, 10.000 Ships deve acompanhar o êxodo da princesa Nymeria e dos Rhoynars de Essos para Dorne, depois da derrota diante de Valyria, mil anos antes dos eventos narrados no primeiro livro, “As Crónicas de Gelo e Fogo”.

Par além destes projectos, a antologia “O Cavaleiro de Westeros e Outros Contos” também será adaptada ao pequeno ecrã, estando ainda em cima da mesa uma possível série animada de “A Guerra dos Tronos”.