Teatro da Trindade: Chicago regressa em setembro


Teatro da Trindade Chicago

Estreado em 2019 no mesmo Teatro da Trindade aonde agora regressa e com o mesmo encenador, Diogo Infante, Chicago vai estar em cena na sala Carmen Dolores entre 1 de setembro e 30 de dezembro de quarta a sábado às 21h e aos domingos às 16h30.

Depois de 197 representações e mais de 65 mil espectadores, Chicago regressa ao Teatro da Trindade para a derradeira temporada, com duas novas intérpretes nos papéis principais: Roxie Hart será interpretada por Inês Herédia e Velma Kelly por Vanessa Silva.

Estreado em 2019 no mesmo Teatro da Trindade aonde agora regressa e com o mesmo encenador, Diogo Infante, Chicago vai estar em cena na sala Carmen Dolores entre 1 de setembro e 30 de dezembro de quarta a sábado às 21h e aos domingos às 16h30.

O preço dos bilhetes varia entre os 10 e os 22 euros.

Para os dias 21 de novembro e 21 de dezembro, está marcada uma conversa com o público. De referir que o regresso de Chicago é uma coprodução entre o Teatro da Trindade INATEL e a Força de Produção.

Chicago: um dos musicais de maior sucesso em todo o mundo

A ação deste musical que deu a volta ao mundo passa-se em pleno início dos “loucos anos 20” numa frenética e sedutora cidade de Chicago que serve de pano de fundo à história de duas rivais de vaudeville, acusadas de assassínio.

Velma, uma estrela de clubes noturnos, cumpre pena por ter morto o marido e a irmã, depois de os apanhar juntos; Roxie, uma ambiciosa corista, foi parar atrás das grades por matar o amante. Ambas, socorrem-se dos serviços de Mama Morton, a chefe das guardas prisionais, e do astuto advogado Billy Flynn, para criarem um frenesim mediático e prepararem o seu regresso em grande, ao mundo do showbiz.

Chicago é um dos musicais com maior sucesso no mundo. Baseado numa peça de teatro com o mesmo nome, escrita pela repórter Maurine Dallas Watkins, o musical foi distinguido com 6 Prémios Tony e seis Óscares, incluindo o de melhor filme do ano (primeiro musical a receber este prémio desde Oliver!, de 1968) para a adaptação para cinema de Rob Marshall, filme que contou com um elenco de luxo onde pontuavam nomes como Renée Zellweger, Catherine Zeta-Jones, Richard Gere, John C. Reilly, Amos Hart, Queen Latifah e Lucy Liu.

A produção original, coreografada por Bob Fosse, estreou-se na Broadway em 1975 e teve mais de 900 apresentações, tendo percorrido mais de 24 países e sendo interpretado em 12 línguas diferentes.

Ficha artística

De Fred Ebb e Bob Fosse

Música: John Kander

Encenação: Diogo Infante

Tradução: Ana Sampaio

Tradução de canções: Rui Melo

Elenco: Inês Herédia, Vanessa Silva, Miguel Raposo, José Raposo, Catarina Guerreiro, Ana Cloe, Carlota Carreira, Carolina Branco, Catarina Alves, Filipa Peraltinha, Leonor Rolla, Mariana Lencastre, David Bernardino, João Lopes, JP Costa, Pedro Gomes, Renato Nobre e Ricardo Lima

Direção musical e piano condutor: Artur Guimarães

Músicos António Santos, André Jesus, Luís “Tom” Neiva, André Galvão, Carlos Borges, Paulo Alves, Vítor Faria, Ricardo Vitorino, João Carvalho, Artur Mendes e Jorge Pereira

Coreografia: Rita Spider

Cenografia: F. Ribeiro

Figurinos: José António Tenente

Desenho de luz: Paulo Sabino

Desenho de som: Nelson Carvalho

Vídeo: José Budha

Assistente de encenação: Anna SantAna

Assistente de guarda-roupa: Romana Mussagy

Veja mais da agenda cultural em Portugal aqui.