Feira do Livro Lisboa 2021


Feira do Livro Lisboa 2021

De 26 de agosto até 12 de setembro, o Parque Eduardo VII em Lisboa volta a receber a maior mostra de livros de Portugal: a Feira do Livro Lisboa.

Pelo segundo ano consecutivo, a Feira do Livro de Lisboa troca os meses de maio e junho pelo fim do verão e não se pode dizer que a experiência esteja a correr mal, bem pelo contrário. Para a edição 2021 da feira, contam-se 24 novas presenças face ao ano anterior consagrando esta Feira do Livro de Lisboa como a segunda maior dos seus 91 anos de vida em termos de pavilhões existentes (325) e a maior de sempre se olharmos para a oferta editorial (744 marcas).

Com tantos livros e autores para descobrir, é natural que se possa perder na imensidão da oferta editorial e programática da Fera do Livro de Lisboa. Para que não perda pitada de tudo o que se vai passar no Parque Eduardo VII, deixamos-lhe com alguns dos pontos fortes da edição de 2021 da Feira do Livro de Lisboa.

“Leituras” obrigatórias na Feira do Livro de Lisboa 2021

• Hora H

Se a paixão pela leitura é maior do que a sua carteira, não pode perder a Hora H que vai decorrer de segunda a quinta-feira, das 21.00 às 22.00 e lhe vai proporcionar descontos mínimos de 50% em livros publicados há mais de 18 meses nos pavilhões de todas as editoras que aderiram à iniciativa.

Para que a aquisição dos seus livros favoritos seja mais fácil, a Feira do Livro de Lisboa vai aceitar pagamentos por MBWay.

• Autores Que Nos Unem

Ir à Feira do Livro é, para além da aquisição de livros, uma excelente altura para ter contacto presencial com os homens por detrás das histórias que o encantam: os autores. Este ano, sob o título “Autores Que Nos Unem”, os Grupos Porto Editora e Bertrand Círculo voltam a promover sessões de autógrafos, lançamentos de livros, workshops, conversas entre autores e até sprints de leitura.

Como nota de destaque, sublinhamos o pavilhão dedicado aos autores portugueses que acolherá a festa de celebração, por exemplo, dos 40 anos de carreira de Mário de Carvalho, os 35 de Rui Zink ou os 25 de Valter Hugo Mãe.

• Tenda BLX (Bibliotecas Municipais de Lisboa)

À semelhança do que vem acontecendo a cada edição da Feira do Livro de Lisboa, a curadoria da programação infanto-juvenil do certame fica a cargo das BLX (Bibliotecas Municipais de Lisboa) que, para além dos livros e da já habitual Hora do Conto (de segunda a sexta às 17h), recebe o concerto “Nota a Nota, música para bebés”, no último dia da feira, 12 de Setembro, às 11.30.

• Concertos

A Arte da Literatura casa na perfeição com a Arte da Música e é isso mesmo que todos quantos forem à Feira do Livro de Lisboa poderá encontrar alguns concertos, de clarinete, guitarra e voz (dia 4 de setembro às 21h), clarinete, guitarra e bandolim (Sex 10, 21h), em coro (Sáb 11, 15.30), de jazz e rock (Sáb 11, 21h) ou para bebés (Dom 12, 11.30).

A não perder, a 5 de setembro, pelas 20h, o pavilhão da SCML irá receber um projecto de Street Opera, com actuação de canto lírico e ópera, ao som de violoncelo e a 8 de Setembro, pelas 18h, a actuação de um combo de pop/rock da Universidade Lusíada, no Auditório Poente.

• Fundação Francisco Manuel dos Santos

Tal como em edições anteriores da feira do livro, a Fundação Francisco Manuel dos Santos vai continuar a dar palco a diversos debates sobre temas da atualidade. Para este ano, os debates sobre as questões climáticas e a democracia local (ou não estivéssemos em vésperas das eleições autárquicas), serão os pratos fortes.

Para não perder nenhum dos debates, fique com as datas previstas: 28 de Agosto (Sáb 18h e 19h), 4 de Setembro (Sáb 19h), 11 de Setembro (Sáb 17h) e 12 de Setembro (Dom 19h).

Horários

Seg-Qui 12.30-22.00;

Sex 12.30-00.00;

Sáb 11.00-00.00;

Dom 11.00-22.00.

A entrada é livre, boas leituras!