Novo Parque Verde em Lisboa está a chegar: Carnide.


novo Parque Verde em Lisboa
novo Parque Verde em Lisboa

Depois de muitos atrasos, parece que é desta vez que vai nascer um novo parque verde em Lisboa. Antes do início do verão, no local onde será construída a nova Feira Popular, irá nascer um parque Verde com 20 hectares.

A notícia foi dada por Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa no passado dia 9 de março, que revelou, ainda este ano, Carnide irá contar com um novo parque Verde com usos diversificados e ambientalmente sustentável.

Este parque onde, no futuro, funcionará o muito desejado recinto da nova Feira Popular de Lisboa chegou a ser anunciado para o final de 2018, mas, tal como a feira prevista para o mesmo local, tem vindo a sofrer sucessivos atrasos.

Em ambos os casos, o presidente da câmara de Lisboa justificou os atrasos com a covid-19, defendendo que seria difícil aos investidores comprometerem-se com um investimento de muitos milhões num parque de diversões em plena pandemia.

Novo parque Verde em Carnide será sinónimo de Feira Popular para breve?

O nascimento do parque Verde em Carnide pode ser o primeiro passo para o desbloqueio da situação da nova feira popular projectada para o mesmo espaço faltando, porém, lançar o concurso para a concessão desta obra.

De acordo com o executivo camarário, isso poderá acontecer ainda no mandato do atual presidente da Câmara Municipal de Lisboa que, caso se mantenha a data para a realização das eleições autárquicas, acabará no início de setembro.

“Creio que todos percebem que no meio de uma pandemia não é fácil encontrarmos quem se disponha a investir muitas dezenas de milhões para construir”, começa por realçar Fernando Medina para de seguida prometer o lançamento do concurso de concessão “no momento em que houver interessados disponíveis para fazer essa operação”.

“Neste momento, toda a área dos parques de diversão está a ser fortemente atingida em todo o mundo. Os parques estão encerrados e as empresas estão sob uma grande pressão e por isso estamos a avaliar qual é o melhor momento para podermos criar uma nova oportunidade de investimento”, termina Fernando Medina.

60 anos depois da sua inauguração, a icónica Feira Popular de Lisboa acabou por fechar as suas portas em outubro de 2003 por motivos de degradação das instalações, mas com a promessa para a instalação de um parque novo que, até à data, ainda não se veio a confirmar.

Em 2015, o longo processo sobre a reactivação da Feira Popular conhece movimentações com o anúncio de que o novo parque com atrações iria instalar-se em Carnide. Seis anos depois, a promessa parece estar mais próxima de ser cumprida.

Quando concluída, a futura Feira Popular de Lisboa terá capacidade para, pelo menos, 1,3 milhões de visitantes por ano, mas poderá alcançar os 2,5 milhões, segundo um estudo de 2016 da consultora McKinsey e citado no EIA (Estudo de Impacte Ambiental) do projeto.

Ainda de acordo com o EIA, o acesso simples ao recinto da Feira Popular terá um valor fixo de 2,5 euros por visitante.